POLITICA

UNITA LANÇA CAMPANHA DE ULTRAJE CONTRA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Publicado em: 17/11/2020 11:03:03
336 6
imagem de noticia

O Partido Unita, através do seu braço juvenil (Jura), no âmbito da sua estratégia de desacreditação das instituições públicas, lançou uma campanha de ultraje contra o Presidente da República, João Lourenço, nas redes sociais, com intuito de desgastar e desacreditar a imagem do titular do poder Executivo, no seio da população.

Coordenada por Nelito Ekuikui, Adriano Sapinhãla e Sizaltina Cutaia, consiste na disseminação de conteúdos ofensivos contra a imagem do titular do poder Executivo, insultos baratos e atribuição de notícias falsas.

Os executores da referida campanha actuam sob escudo de sociedade civil, para encobrira UNITA como se de um lobo vestido de cordeiro se tratasse e concomitante ludibriar a sociedade.

O grupo tem a missão de ofender moralmente todos os defensores das políticas desenvolvidas pelo Executivo de João Lourenço e os apoiantes do MPLA nas redes sociais.

Uma outra particularidade do referido grupo é de tecer duras críticas contra efectivos da Polícia Nacional, membros Procuradoria Geral da República, efectivos do SINSE e outros intervenientes no combate contra à corrupção.

Cabe ainda ao grupo contrapor de forma oportuna todas as campanhas que visam garantir maior visibilidade das acções do Executivo.

Para dar corpo à desacreditação das autoridades, Nelito Ekuikui e o seu grupo técnico, sob liderança de Adalberto Costa Júnior, disponibilizou 100 mil kwanzas, no dia 15 do corrente, para o activista Nito Alves para desencadear acções de ultraje contra o director de gabinete do Presidente da República, o comandante-geral da Polícia Nacional, o Chefe do Serviço de Informações e Segurança do Estado (SINSE) e o Presidente da CNE.

Nito Alves tem igualmente a missão de ofender publicamente as autoridades descritas, através de entrevistas encomendadas na Rádio Despertar e outros meios de comunicação social.

Os militantes da Jura receberam instruções de produzirem caricaturas ofensivas contra o Presidente da República e a disseminarem informações para descredibilizar às instituições públicas.

TAGS

Por: Redacão

Partilha esta notícia:
imagem de noticia

PUBLICIDADES

1 Comentarios
Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia...