POLITICA

Vera Daves em rota de colisão com Archer Mangueira

Publicado em: 20/06/2020 06:45:57
36 13
imagem de noticia

Antes de indicar o nome da possível próxima ministra das Finanças ao Presidente da República, o então ministro da ‘Fazenda’ Archer Mangueira fez um pacto com Vera Daves, segundo o qual caso esta fosse nomeada para aquele posto, como chegou a acontecer, não podia solicitar ao PR a exoneração dos amigos do ex-ministro que ocupavam os cargos de PCA na ARSEG e ENSA nem exonerar o PCA da AGT, explicam as nossas fontes.

A verdade é que, no entanto, um mês depois de o Presidente João Lourenço ter nomeado Vera Daves ao cargo de ministra da Finanças, em Outubro de 2019, a jovem com pouco mais de 35 anos começou a romper o pacto que tinha celebrado com aquele que classifica como seu mentor, Archer Mangueira, actual governador do Namibe.

Pois, em Novembro do ano passado, Vera solicitou ao PR a exoneração de Aguinaldo Jaime da função de presidente do Conselho de Administração da Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguros (ARSEG), bem como de Manuel Joaquim Gonçalves, do cargo de PCA da Grupo ENSA-Empresa Pública.

Passou, assim, a estar criado o ambiente de crispação entre Archer Mangueira e Vera Daves, pelo facto de a então secretária de Estado para as Finanças Públicas e Tesouro deixar de cumprir o pacto celebrado com o seu “mestre”.

A situação ficou ainda mais grave quando, em Janeiro deste ano, Vera Daves não renovou o mandato de Sílvio Burity no cargo de PCA da Administração Geral Tributária (AGT), um vez que o substituiu pelo jovem Claúdio Paulino dos Santos, confirmaram as fontes.

O irritante entre a pupila e o mestre tem subido de tom permanentemente. Pois, diz-se nos corredores do ministério das finanças que Vera enfrenta uma guerra interna “por preencher os lugares estratégicos no ministério com outsiders”.

A ascensão política de Vera Daves deve-se a Archer Mangueira. Foi ele quem a convidou para integrar o Conselho de Administração da Comissão de Mercado de Capitais (CMC), em 2012. Anteriormente, a jovem fazia parte do Banco Privado Atlântico, que há quatro anos fundiu-se ao Millennium Angola.

Em 2017, no entanto, Archer convidou Vera a preencher o cargo de de secretária de Estado para as Finanças e Tesouro.

Fonte: Luanda Post

TAGS

Por: Redacão

Partilha esta notícia:
imagem de noticia

PUBLICIDADES

0 Comentarios
Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia...