POLITICA

Isabel dos Santos acusada de estar por detrás da campanha difamatória contra Manuel Nunes Junior

Publicado em: 19/10/2020 22:23:40
140 14
imagem de noticia

A filha do Ex-chefe de Estado e antigo Presidente da República, Isabel dos Santos, é apontada como estando por detrás de "engendramentos" de campanhas difamatórias apartir do exterior , usando imprensas lusas, para denegrir imagem e reputacão de figuras do actual Governo do Presidente João Lourenço.

Segundo consta, Isabel dos Santos, tem na mira vários alvos no xadres do actual Governo liderado pelo Presidente João Lourenço, com destaque a Manuel Nunes junior-Ministro de Estado, que tem sido uma peça fundamental na descoberta de desvios de fundo protagonizados pela antiga familia da cidade alta, que actualmente se encontram exilados no estrangeiro.

Segundo fontes, a par de Isabel dos Santos, outras figuras ainda inclinados a figura de José Eduardo dos Santos, têm sido apontados como sendo o " pau de apoio" de Isabel dos Santos, que apartir de Luanda, tudo fazem para enviarem relatórios ao exterior, paises onde se encontram os protagonistas da campanha que visa denegrir a imagem do actual presidente da República, e desencoraja-lo no combate a corrupcão.

Para além do Ministro de Estado , segundo avançam fontes do Kwanza News, um outro nome que os milionários que tornaram-se ricos desviando fundos do Estado pretendem atingir, é o Edeltrudes Costa.
Acrescenta a fonte do Kwanza News, que um dos planos dos chamados " marimbondos", fundamenta-se no facto de que, a permanência dos senhores acima citados , venham revelar mais segredos ligados a família dos Santos.

Manuel Nunes Junior e Edeltrudes Costa, têm sido entre outros, das peças mais fundamental no combate a corrupcão, e na descoberta de bens desviados sobretudo pelos antigos homens de José Eduardo dos Santos, daí, estarem a surgir a cada dia que passa tentativas de denegrir as suas imagens.

Em actualizacão...

TAGS

Redacão

Partilha esta notícia:
imagem de noticia

PUBLICIDADES

1 Comentarios

pedronjinga@gmail.com

Tal como aconteceu com os fazendeiros do Cuanza Sul, é do mesmo modo que fomos burlados em Bié-Nharêa.